P2D Travel

Mato Grosso do Sul, o tesouro da biodiversidade do mundo

O que ver e fazer

Mato Grosso do Sul é o destino das suas próximas férias, se está procurando um local para experimentar momentos de conexão com a natureza. Localizado na região centro-oeste do Brasil, é um santuário ecológico, pioneiro no ecoturismo responsável e famoso por seus rios de águas cristalinas, cavernas cobertas de estalactites e natureza exuberante. O Brasil é um dos países com uma das maiores biodiversidades do planeta e no Mato Grosso do Sul, encontrará destinos como Bonito, localizado numa zona de transição de biomas, Cerrado e Mata Atlântica.

Campo Grande

Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, é uma das capitais mais verdes do Brasil. Por isso, não se assuste se encontrar capivaras, tamanduás, araras e tucanos no seu caminho. Para conhecer a cultura local, é indicado visitar, no centro da cidade, o Mercado do Artesão e ainda, na Praça Oshiro Takimori, a feira Indígena, onde são oferecidos produtos naturais como raízes medicinais, sementes e frutas da estação, além das produções artísticas dos povos originários.

capybaras-laying-on-the-grass
Fluctuation in the Sucuri River in Bonito, Mato Grosso do Sull
Photo: Visit MS

Bonito

Para proteger esse tesouro natural, o acesso é rigidamente controlado em Bonito. Não é possível visitar nenhum parque, cascata, gruta ou rio sem acompanhamento de um guia e todo o percurso deve ser agendado previamente. Isso garante um número adequado de pessoas, com o mínimo de danos à natureza e também garante a melhor experiência para o visitante. A Gruta do Lago Azul é a caverna mais conhecida em Bonito. São formações que remetem à pré-história, que emolduram a água translúcida, permitindo uma excelente visibilidade. Para chegar até ao fundo, são 300 degraus de descida, mas em ritmo lento, não havendo restrições de idade. Já a flutuação do Rio Sucuri deve estar no seu roteiro de viagem, por ser considerado o rio mais cristalino do Brasil e sendo possível observar a sua fauna e flora aquática. O passeio é feito com um número reduzido de visitantes para não assustar os animais.

Jardim

Em Jardim, a 54 km de Bonito, separamos algumas atrações imperdíveis. O Buraco das Araras é muito mais do que um simples buraco, trata-se de uma Dolina – uma formação geológica de 100 m de altura e 160 m de diâmetro – onde as aves fazem os seus ninhos. O passeio de trilha e flutuação do Recanto Ecológico do Rio da Prata começa com a caminhada na mata ciliar dos rios e, em seguida, a prática é feita em grupos de 9 pessoas. Outra atração imperdível em Jardim, é a Lagoa Misteriosa, uma caverna alagada de profundidade desconhecida, com visibilidade de até 40 metros.

Macaws Hole in Jardim, Mato Grosso do Sul
Photo: Visit MS
Fall in Serra da Bodoquena
Photo: Visit MS

Bodoquena

O parque Nacional da Serra da Bodoquena é um local único no mundo, é o último resquício de Mata Atlântica no Brasil e também está localizado na interseção de biomas como o Cerrado, o Pantanal e o Chaco (no Paraguai). A sua fauna é exuberante – é possível encontrar uma onça parda, onça pintada ou uma sucuri (as maiores cobras do mundo) – o parque é ainda residência de Harpia, conhecida como o Gavião Real, uma das maiores e mais fortes aves do mundo, que está em risco de extinção. O Parque orgulha-se de ter as águas mais limpas do país.

Corumbá (Porta de entrada para o Pantanal)

Às margens do Rio Paraguai, que faz fronteira com a Bolívia, a cidade de Corumbá é a porta de entrada para o Pantanal. Entre as atrações de destaque estão os safáris fotográficos, cavalgadas, pesca e a culinária da região, que é também outra atração ímpar.

Aerial view of Pantanal in Mato Grosso do Sul
Photo: Visit MS
Salto do Sucuriu in Costa Rica, Mato Grosso do Sul
Photo: Instagram/@parquenaturalmunicipal

Costa Rica

Em Costa Rica, o Parque Natural Salto do Sucuriú é o destino para aqueles que procuram adrenalina. É possível escolher entre o rafting no Rio Sucuriú ou descer de rapel no Salto Majestoso, que possui 64 metros de altura. Há ainda um circuito de tirolesas com 70, 260 ou 400 metros. É impossível dizer que falta emoção!

Três Lagoas

Em Três Lagoas a grande atração é a pesca esportiva, no estilo pesque e solte, no Rio Paraná. A prática é realizada com a intenção de preservar a população de peixes no rio. A consciência de proteção ambiental é o foco.

tres-lagoas-fish-and-release-mato-grosso-do-sul-credit-instagram-fishtvoficial
Photo: Instagram/@fishtvoficial

Bom saber

Como chegar

Bonito possui um aeroporto que recebe poucos voos semanais, por isso, a melhor alternativa é escolher um voo para Campo Grande, a capital do estado.

Quando visitar

A temperatura média anual em Campo Grande, MS, é de 25°C. Os melhores meses para a viagem são junho, julho, agosto e setembro, pois coincidem com o período de seca, quando os animais saem em busca de água e ficam mais visíveis.

Como reservar

Acesse a plataforma de um dos nossos parceiros e faça a sua reserva de forma fácil e prática!

Idioma